Gerais

Seminário no Piauí discute participação de jovens na gestão escolar

18 julho 2017

Na última quarta-feira (12/07), o Seminário Participação e Aprendizagem: gestão escolar para resultados de aprendizagem reuniu, em Teresina (PI), 400 gestores e técnicos da Seduc e especialistas em educação. O evento faz parte das ações do Jovem de Futuro, uma parceria da Secretaria de Estado de Educação do Piauí com o Instituto Unibanco.

No encontro, gestores, profissionais de Apoio ao Circuito de Gestão (ACGs), técnicos das Regionais e da Secretaria discutiram a importância da participação e do engajamento dos estudantes para a melhoria dos resultados de aprendizagem, tendo como pano de fundo os desafios contemporâneos para o Ensino Médio. “Sem ouvir os jovens, a escola não consegue produzir um campo de aprendizado. A participação é um instrumento que dá maior nitidez aos desafios e permite que a gestão esteja totalmente direcionada para os estudantes”, disse Ricardo Henriques, superintendente do Instituto Unibanco.

A secretária de Educação do Piauí, Rejane Dias, ressaltou que a importância do Seminário é justamente promover uma reflexão com os gestores sobre como tornar a escola um espaço mais interessante e que dialogue melhor com os jovens. Já Joeline Maria Soares da Silva, estudante do Ensino Médio do CEMTI Didácio Silva, em Teresina, defendeu que a educação tem que estimular o potencial de cada jovem e não tentar “padronizá-los”.

“Na maioria das escolas públicas é o Enem que preocupa e dizem que o jovem que não passar não tem futuro. Aqueles que não passam muitas vezes entram no mundo do crime ou das drogas porque são desvalorizados. O que eu peço a todos vocês, que são gestores escolares, é que escutem e saibam ver o jovem com um olhar diferente”, completou. Joeline participou da mesa “Juventudes, participação e o direito à aprendizagem” em companhia de Miriam Abramovay, coordenadora da Área de Juventude e Políticas Públicas da Faculdade Latino-Americana de Ciências Sociais (Flacso), e do professor de Sociologia da Educação da USP, Elie Ghanem.

Na noite anterior ao Seminário, foi realizada uma sessão especial do documentário “Nunca me sonharam” para gestores, técnicos e convidados da Seduc. Cerca de 500 pessoas assistiram à exibição, incluindo o governador do estado, Wellington Dias, a secretária estadual de Educação, Rejane Dias, e estudantes e diretores da rede entrevistados no documentário.

O filme traça um panorama do Ensino Médio nas escolas públicas do Brasil sob diferentes pontos de vista, mas principalmente a partir dos estudantes. O longa é apresentado pelo Instituto Unibanco, produzido pela Maria Farinha Filmes e dirigido por Cacau Rhoden. Foi filmado em mais de dez estados do Brasil, dentre eles, o Piauí.