Gerais

Aprendizagem em Foco destaca que reprovação não contribui para aprendizagem

17 agosto 2017

A edição 32 do Aprendizagem em Foco apresenta estudos que apontam que a reprovação não contribui para aprendizagem do aluno. Uma revisão de estudos realizada por José A. S. Rebelo, da Universidade de Coimbra, destaca a reprovação como medida “ineficaz, do ponto de vista pedagógico, e até mesmo prejudicial ao desenvolvimento global dos alunos”.

Apesar das evidências científicas, ainda é elevado no Brasil o número de estudantes retidos. O PISA 2015 – Programa Internacional de Avaliação de Estudantes – aponta que, entre os mais de 70 países participantes, apenas a Colômbia reprova mais do que o Brasil. O Cenpec – Centro de Estudos e Pesquisas em Educação, Cultura e Ação Comunitária – entrevistou mais de 5.500 professores brasileiros dos Ensinos Fundamental e Médio para saber o que eles pensam sobre a reprovação. 78% dos docentes concordam ou discordam parcialmente, 13% se posicionaram contra e 9,4% a favor.

O relatório da pesquisa do Cenpec destaca que a reprovação “é considerada preditor importante do abandono escolar, conturba a trajetória escolar, é prática financeiramente dispendiosa e gera resultados contestáveis”.

Clique aqui para ler a edição do Aprendizagem em Foco

Por fim, o boletim apresenta o caso da diretora Liane Bravim Catelan, da Escola Estadual Victorio Bravim, no município de Marechal Floriano, no Espírito Santo. Liane, junto com os professores e toda a equipe pedagógica, investigou a causa dos altos índices de repetência na escola e concluiu que o entrave estava na falta de hábito dos alunos em estudar. Dessa forma, o corpo docente desenvolveu atividades para estimular que os jovens criassem uma rotina de estudos.

Boletim Aprendizagem em Foco – O boletim Aprendizagem em Foco é uma produção do Instituto Unibanco. A publicação, de periodicidade quinzenal, tem como objetivo adensar as discussões sobre o contexto educacional brasileiro, a partir de pesquisas, estudos e experiências nacionais e internacionais.

Confira as edições anteriores do Boletim Aprendizagem em Foco