Gerais

Aprendizagem em Foco destaca a importância de estimular a tolerância religiosa na escola

1 setembro 2017

A edição 33 do Aprendizagem em Foco apresenta estudos que indicam que a religião é uma das principais causas de bullying na escola. A Pesquisa Nacional de Saúde do Escolar 2015, publicada em 2016 pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), indica que a religião é a quarta principal razão de provocações feitas por estudantes de 13 a 17 anos. O Informe Preliminar Missão Educação e Racismo no Brasil (2010) – Eixo: Intolerância Religiosa na Educação, da Relatoria do Direito Humano à Educação, aponta que a discriminação é frequente contra religiões afro-brasileiras. Já a publicação Programa de Prevenção à Violência nas Escolas afirma que as discriminações contra evangélicos, principalmente os de igrejas pentecostais e neopentecostais, também são recorrentes. Além disso, adeptos da religião muçulmana estão sendo discriminados por terem a doutrina associada aos extremistas que realizam ataques terroristas.

Clique aqui para ler a edição do Aprendizagem em Foco

Por fim, o último relatório do Pisa 2015, sobre bem-estar dos estudantes, revela que a proporção de estudantes que relataram ter sido vítimas de bullying é maior em escolas com percentuais elevados de reprovação, com clima escolar negativo e onde os alunos consideram que os professores não os tratam de forma justa. Neste cenário, o gestor deve realizar atividades que combatam o preconceito e a discriminação e contemplar diferentes doutrinas religiosas no currículo para que o foco não seja somente o cristianismo.

Boletim Aprendizagem em Foco – O boletim Aprendizagem em Foco é uma produção do Instituto Unibanco. A publicação, de periodicidade quinzenal, tem como objetivo adensar as discussões sobre o contexto educacional brasileiro, a partir de pesquisas, estudos e experiências nacionais e internacionais.

Confira as edições anteriores do Boletim Aprendizagem em Foco