Gerais

Estereótipos e desempenho de meninas nas exatas

13 abril 2018

A edição 39 do Boletim Aprendizagem em Foco fala sobre como estereótipos de gênero afetam o desempenho de meninas nas Exatas. O tema já é recorrente em pesquisas acadêmicas. Um estudo do Núcleo de Pesquisa em Desigualdades Escolares da Universidade Federal de Minas Gerais (Nupede/UFMG), por exemplo, analisou resultados da Prova Brasil entre 2005 e 2013 com recortes de gênero, raça e nível socioeconômico (NSE) das alunas e alunos. Uma das análises apontou que o desempenho médio de estudantes do 9º ano da escola pública em Matemática apresentou um crescimento de cerca de quatro pontos entre 2005 e 2013. Em contrapartida, a diferença no rendimento das meninas em relação aos meninos oscilou entre -6,82 e – 5,07 pontos no mesmo período.

Já a pesquisa realizada pela Fundação Carlos Chagas com apoio do Instituto Unibanco, em 2017, mostrou a visão de estudantes e professores do Ensino Médio de São Paulo sobre questões de gênero. 45,7% das pessoas entrevistadas concordam com a afirmação de que existem trabalhos específicos só para homens. 35,6% acreditam que a mulher é mais capacitada para o trabalho doméstico do que os homens.

Clique aqui para ler a edição do Aprendizagem em Foco

O boletim destaca ainda iniciativas que estimulam o debate sobre a presença de garotas na área de Exatas. Um desses trabalhos é realizado em Nova Iguaçu (RJ) pelas professoras Thereza Cristina de Lacerda Paiva, Elis Sinnecker e Tatiana Rappoport, do Instituto de Física da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ). Desde 2014 elas promovem o projeto “Tem Menina no Circuito”, que consiste em aulas dinâmicas com foco em Física, palestras, visitas ao Museu de Astronomia e Ciências e a laboratórios de pesquisa da UFRJ.

Boletim Aprendizagem em Foco – O boletim Aprendizagem em Foco é uma produção do Instituto Unibanco. A publicação, de periodicidade quinzenal, tem como objetivo adensar as discussões sobre o contexto educacional brasileiro, a partir de pesquisas, estudos e experiências nacionais e internacionais.

Confira as edições anteriores do Boletim Aprendizagem em Foco